Notícias Online
portal com notícias sobre empregos, concursos, economia e negócios, esportes e muito mais

SP Acolhe: governo de São Paulo lança novo benefício de R$ 1.800

O SP Acolhe será pago em parcelas de R$ 300 até dezembro. O benefício visa ajudar pessoas que perderam familiares para a COVID-19.

O estado de São Paulo lançou mais um auxílio para famílias atingidas pela COVID-19. O SP Acolhe é pago para quem perdeu algum familiar vítima da doença desde o começo da pandemia em 2020. O programa faz parte do Bolsa do Povo e conta com a transferência de R$ 1.800,00 em seis parcelas de R$ 300.

Todas as estruturas familiares serão consideradas na hora dos pagamentos, menos aquelas que forem compostas por apenas uma pessoa. Para receber o benefício, é preciso:

  • Estar inscrito no CadÚnico do Governo Federal;
  • Possuir renda mensal de até R$ 3.300,00;
  • Ter perdido algum familiar (cônjuge, mãe, pai, avô, avó, filho(a) ou outro parente) para o coronavírus.

De acordo com o governo do estado, o SP Acolhe deve beneficiar cerca de 11 mil famílias entre os meses de julho e dezembro de 2021. “O nosso Governo é um Governo humano, que se dedica e prioriza todas as suas ações aos mais pobres. É um programa inédito no Brasil, que vai atender até dezembro famílias que tiveram seus entes perdidos para a COVID-19 “, afirmou João Dória.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que, até o dia 28 de junho, 126.112 pessoas faleceram por causa da COVID-19 em São Paulo. “Muitas vezes, a pessoa que colocava a comida na mesa, era um pilar. E, num piscar de olhos, desapareceu. Agora, pessoas, além da perda, têm de lutar pelas fontes de renda e emprego“, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Como consultar o auxílio SP Acolhe

Interessados em saber se têm direito ao benefício devem acessar o site do Bolsa do Povo e fazer a consulta informando o Número de Identificação Social (NIS). Os beneficiários serão selecionados a partir dos dados do CadÚnico, sendo cruzados com os registros de óbitos da Secretaria de Saúde. Dessa forma, não é preciso comprovar a morte do familiar.

“Basta fazer um adicional de dados, como telefone e endereço para correspondência”, informou a secretária. Os pagamentos do SP Acolhe devem ter início no dia 20 de julho de 2021, com a primeira parcela de R$ 300. Parnes chamou a atenção da população dizendo que o governo de São Paulo não solicita informações via SMS ou WhatsApp. “As informações devem ser inseridas no portal do governo”, concluiu.

Governo de São Paulo também oferece Vale Gás

Além do SP Acolhe, o governo estadual lançou um programa para ajudar a população a adquirir botijões de gás. O Vale Gás será pago no valor de R$ 100 para cerca de 500 mil pessoas em 82 municípios paulistas. O benefício também faz parte do programa Bolsa do Povo.

A primeira parcela está prevista para ser depositada no próximo dia 20 de julho. As outras duas devem ser pagas nos meses de setembro e outubro. Para receber o benefício, é preciso:

  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Não ser beneficiário do Bolsa Família;
  • Ter renda mensal por pessoa de até R$ 178.

Quem estiver interessado em saber se tem direito ao Vale Gás precisa acessar o site do programa e fazer a consulta utilizando o NIS. Pessoas que não possuem internet em casa podem pedir informações no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais